PORQUE OS MEDIUNS DE UMBANDA PASSAM MAL OU PEGAM COISA RUINS NO TERREIRO?

Os médiuns passam porque o terreiro não se preocupa em preparar os médiuns e não usam o camburucum para tirar as cargas que ficam ali no terreiro e essas cargas acabem pegando nos médiuns junto com algum “rabo de encruza”.
Os terreiros de Umbanda são sempre alvo de espíritos inferiores chamados de rabo de encruza, que perseguem os médiuns atrapalhando a vida deles em tudo. Como também das pessoas cambonan e ajudam. Os ingiras como são chamados o corpo mediúnico do terreiro, que formam os filhos de pemba na maioria das vezes não são preparados para incorporar, por isso ficam se debatendo como peixe fora d’água, pulando e as vezes caindo. Mesmo tendo tempos ainda não são bons. O que se pode fazer com um simples copo de água e uma vela não é feito. Ai o médium perde força e suas entidades também.
Ai pegam cargas e mais cargas inclusive na rua e leva para o terreiro e acabam passando para os outros médiuns.
O chefe do terreiro que é o “Kangira” não vê essas coisas, pois a Umbanda não tem mais o preparo a pessoa chega e é colocada ali e para receber o que não se sabe, mais querem que recebam e ai pode até ser o coisa ruim. Que se passa por um guia de luz.
Poucos terreiros sabem trabalhar com o Camburucum, os outros ficam misturado nação e Umbanda o que só aumenta os problemas da casa e dos médiuns. A carga e os rabos de encruza vão atacar a vida do médium lá fora fazendo só ter problema na vida. Quqndo se mistura nação com Umbanda o que parece ser uma boa coisa logo vemos que não é.
A nação começa a cobrar a sua parte, de um simples ebó pode gerar muita coisa pois ai vem um bori, oferendas ai em pouco tempo vem a feitura ou confirmação. Uma coisa que simples que se faz para isso é dar corte de bichos para Exu de Umbanda e Pomba-gira, pois quando isso acontece o Exu de nação vai cobrar e junto o santo da pessoa, esta formada a confusão que a pessoa só vai ter perdas e problemas. Ai vem o papo que o santo cobra feitura, os santos foi induzido a cobrar.