MORUBIXABA/PAGÉ

O morubixaba é um sacerdote espiritual, que muito tem haver com a Umbanda, pois as linhas de Umbanda formam um triangulo, a umbanda é um triangulo que trabalha com duas meias luas.

Eu sou o Bàbá e Oba Alexandre de Exu, mas o que talvez você não saiba é que sou de Umbanda desde de 1973, quando fiz a minha primeira coroa. Embora sempre estive na Umbanda pois meus pais tinham a TENDA ESPIRITA PAI JOAQUIM DA ANGOLA. E desde peque vivi neste ambiente. Só depois que vim aportar no Candomblé. Na Umbanda minha coroa é Oxoce com Iemanjá. Meu nome na Umbanda é Apoena.

O triangulo da Umbanda se passeia em 3 raças ou culturas; a negra que deu origem a linha das almas, que são os pretos e pretas velhas. A cultura europeia asiática que formou o povo da rua, as comadres e os compadres. Mas o ponto forte é o povo ou a cultura indígena. E neste ponto eu saúdo o Meu pagé ou Morubixaba Karkará.

Só saudar o Morubixaba Karkara não faz justiça o que ele e o povo indígena vem contribuindo para minha espiritualidade como de todos que são umbandistas. São poucas as oportunidades que temos de receber a força do saber de um sacerdote, que merece todas as honrarias dada a um pai de santo de candomblé, um pastor ou padre. Devemos sempre pedir ao Pagé Karkara que em nome do povo da floresta ele nos abençoe e nos dê bons caminhos sejam espirituais ou materiais.

Assim como os xamãs que na verdade são os pagés ou morubixaba, atuam no auxilio espiritual e físico de quem precisa e podem indicar fazer uso de plantas para fins da melhora da saúde.

Normalmente, o conhecimento da utilização da planta correta para cada caso ou situação é passado de geração em geração, o que se procura fazer na Umbanda de Camarinha onde se transmite o conhecimento nas poucas horas que se fica recolhidos.

O pajé de uma tribo tem ligações diretas com os deuses ou as divindades da terra, sendo os representantes escolhidos pelos deuses para passar o conhecimento ao povo. Nos temos que mesmo não tendo sangue indígena ou tendo, temos que dar o mesmo respeito e reverencia que damos aos; Ojês e Alagbás no Culto de Eguns, Os Pais e Mães de santo no Candomblé, aos Chefes de Terreiro de Umbanda. O pagé ou morubixaba é o pai espiritual e como tal devemos trata-los e respeita-los.

Temos que entender que estamos sob a tutela espiritual dos pagés, pois eles são os verdadeiros sacerdotes dos espíritos da floresta. Pagé Karkara, dainos a suas bênçãos e povo da floresta. E todos nós juntos o reverenciamos e a todos os pagés/morubixabas.
Okê Aro mi morubixaba.

Nos do Asé Eleegbara Tolá os recebemos não só de braços abertos com lhe damos sempre todo o respeito e deferimento de um sacerdote de uma religião como a nossa, que é espiritualista. Que essa mensagem Pagé Karkará possa ir de aldeia a aldeia de modo que todos saibam que somos irmão e que estamos trabalhando juntos para tornar a humanidade mais feliz. Asé