ÌWÍN EMI IGI

A verdade que você não sabia.
Por isso uma roça de santo tem as arvores.

São espíritos que residem algumas árvores consideradas sagradas entre as quais cabe citar particularmente Ìrókò, Ọsán, Àràbà, Àkókò e o Igí-Ọ̀pé. Essas dentro da religião ioruba.
Mas tem uma que é ligada a ancestralidade das terras do Brasil para nós que as copaíbas. Também conhecidas como a árvore do óleo.

Elas são paramentadas com pano branco ọjà fúnfún, as árvores estão associadas Ìgbà ìwà ṣẹ́ tempo quando a existência sobreveio os Ìwín. O símbolo da Árvore da Vida representa, também, os ciclos da Vida, como um todo, além de outros significados A arvore é uma fonte de forças ativas. O contato com ela pode nos enriquecer de energias novas e nos transmutar internamente.

Eu sou o Bàbá, Oba e Itefá Alexandre de Exu e atendo com jogo por orixá e Ifá. Ancestrais e espíritos habitam as arvores e ao dizer que a pessoa é uma arvore é dizer que tem grande saber. Um exemplo são os carvalhos. As palmeiras também, tanto que Ozun é a representação dos que estão na palmeira e nunca dormem pois ficam vigiando os que amam.

As arvores tem como função universal ser a mediadora entre a Terra e o Céu, enquanto o ser humano é o intermediário entre o Céu e a Terra. O Axé e a cumeeira, com a roda tem aqui o seu fundamento.

Elas são guardiões do mundo natural, preservam o equilíbrio entre o plano dos homens e seu próprio plano com sua magia elemental. São vigias das fronteiras entre esses dois universos, que se separam por uma tênue linha de vibrações energéticas.

Elementais são as fagulhas divinas que um dia será espíritos evoluídos. Começam sua jornada nos elementos da terra, minerais, depois para vegetais e depois para o animal.

Elemental é um espírito que está estagiando na natureza. Ele é um princípio divino, após emanar-se do “Absoluto”, deve iniciar seu processo de desenvolvimento incorporando-se à matéria.

Toda a natureza é colaboradora dos homens para a execução de diversas tarefas espirituais. Eles são os responsáveis pela proteção das energias dos planetas. Mais o menos são 15 orixás ligados as arvores.

As copaíbas que são ligadas aos espíritos da terra do Brasil, atingem cerca de 36 metros de altura, 140 centímetros de diâmetro, ou rodo de até 3 metros. As árvores são encontradas em todos os trópicos, mas com maior incidência no Brasil.

Outra arvores de grande fundamento é o jatobá, para a religião dos orixás. Loko é o vodun em jeje que está ligado arvore e em Angola é o nkise Npanzo.

Em meio à densidade da Floresta Amazônica existem clareiras misteriosas que contrastam com a diversidade da vegetação, pois neles só cresce praticamente uma única espécie de árvore.

São os chamados “jardins do diabo”, onde, segundo reza a lenda na região, habitariam espíritos malignos da floresta.
A árvore em questão é a duroia, considerada a favorita dos seres sobrenaturais.

O carvalho, nesta acepção, por ser uma das mais antigas e destacadas árvores de uma floresta, representa simbolicamente todas as demais. Ou seja, quem tem o conhecimento do carvalho possui o saber de todas as árvores.

a vida é um círculo ou uma espiral. O Candomblé procurava buscar o equilíbrio, ligando a vida pessoal à fonte espiritual presente na Natureza. Rituais de colheita, plantas e animais, baseados nos ciclos solar, lunar e outros. Tradições que seriam partilhadas pela cultura de povos antigos.

O pé de cajá e jaqueira além da mangueira tem grande cargas energéticas inclusive em suas folhas. Imbaúba é outra.

Essa ligação é vista nos porretes dos pretos e pretas velhas da Umbanda. O toco peara um espirito sentar só se ele estiver deitado, olha que na Umbanda é feito isso. Nas casas de Angola e Congo é colocado um tronco deitado perto da entrada onde é tratado os que não estão mais neste mundo.

o estabelecimento de uma data específica para a comemoração dos mortos é uma iniciativa, que acreditavam na continuação da existência depois da morte. Reuniam-se nos lares, e não nos cemitérios, para homenagear e evocar os mortos. Que estão vivos.

As arvores podem trazer lembrança de vidas passadas. Um ponto muito sério que não podemos esquecer. Quanto mais antiga ela for mais fundo em nossa alma elas pode trazer. Ação dos espíritos que ali estão. Elas em volta de uma casa servem de proteção contra o mal.