Alexandre de Exu


Pontos básicos do Candomblé

01) vocês no mundo candomblé são abian, conforme explicações nas folhas que segue, sendo que são filhos de conta lavada e santo acomodado. Essa é a definição técnica.

02) Nós no caso somos da Nação Keto, raiz Opo Afonjá. Nossa matriz e Bahia, Salvador.

03)evitem falar os nomes daqui para frente, pois as coisas negativas que foram voltam.

04) nunca olhem nos olhos dos mais velhos que vocês, carga negativa. Não sente nunca na mesma altura. Fora casos.

05) o mais novo sempre que pede a bença aos mais velhos. No caso o mais novo é quem fez santo por ultimo ou bori.

06) os mais velhos retribui a bença na mão se quiserem, não são obrigados.

07) quando te pedirem bença sigam o nome do seu santo e que ele abençoa. Isso é muito importante.

08) o mais novo nunca passa na frente do mais velho. E o mais velho não faz nada sem certificar se o mais novo esta bem.

09) o termo usado é Baba para homens, que dizer papai, e Yiá para as mulheres, quer dizer mãe, Yiayiá que é mãe.

10) adobe apenas para seu pai de santo ou mãe de santo, avó ou avô, bisavô. Demais abaixe para pedir bença.

11) o candomblé tem uma hierarquia muito dura. Favor respeitar ela.

12) na rua não se pede bença, pode falar mais não pedir. Não é o local litúrgico para isso.

13) lembra que sempre vai haver um mais a frente, um no meio e outro na inicio.

14) a roda do candomblé descarrega e tirar carga. Cantar mostra ao santo nossa voz, nossa fala. Para que na reza tenha valor.

15) a roupa litúrgica de suma importância e deve ser cuidada tanto a pessoa como a de santo. E não se empresta.tem que ter cuidado ao lavar e não se joga fora.

16)o paô, se ouvi bater se acompanha. É a maior falta dentro do candomblé e se curva para executar. Humilde.

17) Ao se referir ao seu pai de santo ou mãe de santo, use obrigatoriamente a palavra meu ou minha. (ex. Meu Pai, minha mãe). Para os outros mais velhos que também tem o titulo de pai/mãe. Pai fulano ou mãe sicrana. Nunca tome abença de cabeça em pé, curve-se.

18) nos cultos afros cuidamos de três coisas; Egun, Orixá e Odu. Essa é a base.

19)terminou uma cantiga se não tem obrigação de sete anos, tem que agachar, mesmo que tenha tempo e não tenha obrigação. Tudo é obrigação nos cultos afros.

20) virar é apenas no candomblé. Nunca em outro seguimento. A se incorpora. Preceitos.

21) toda pessoa feita de santo é sagrada e o pai/mãe mais ainda. E sua origem ou linhagem espiritual.

22) Ori é outro santo de suma importância no culto, e é muito ignorado.

23) Referencia a Deus; BabaOrun, Olorun, Olodun, olofin, Olodumare. São referencia nossa. Deus não tem nome é chamado de criador e nos de criatura. O nome limita, o criador não pode ter limites. (cabe explicações maiores)

24) Ogi-Opê como cuidamos dos nossos que já fizeram a grande viagem.

25) Exu é vida movimento, Oxalá a morte e o repouso.

26) Gueledes, as feiticeiras, chamadas de Yiamins, mais yiamins é a saudação, quer dizer minha mães. Não no sentido mal.

27) Oshôs, os feiticeiros. Não no sentido mal.

28) pontos principais de uma casa de santo; entrada Exu, cozinha de santo, Axé, cumeeira, roncô e quarto de banho.

29)é ponto importante de troca de energia o pedido de bença. Aos mais velhos e aos mais novos.

30) tudo tem base nos 4 elementos, nos vários tipos de sangue, som, movimento.

31) Lesse-egun, barracão de egun

32) Lesse-orixá, barracão de orixá

33) Ifá tem haver com orixá Orunmilá e os babalawos. Cuida-se de Odu.

34)passos no candomblé: Ebó, obi, oxebile, bori e iniciação e obrigações. Oloyê e consagração de pai de santo ou Mãe.

35)o pai de santo na África é considerado rei, daí o nome de Oba, que é rei.

36) babalawo é padrinho, ajuda a criar e orientar. Não leva a mão na cabeça.

37) não se mistura na mesma casa nações diferentes.

38) sagrado o OBI e o OROBO. É como a óstia para a igreja.

39) são 256 odus um para cada dia do ano. Mês de 16 dias e semana de 4 dias.

40) Titulo de Pai de santo na África - Oshoboni ou Oba.

41) apenas no candomblé se vira de santo, pois você é ele e ele é você. Daí os reis antigos dizerem que eram o deus vivo que caminha.

42) baba-Ojê não cultua a morte, sim a vida após o fim do corpo. Na sociedade africana mesmo morto não perde o status.

43) Não se faz nada sem cobrar um valor. Tudo tem que ser cobrado e pago. É a transmutação de energia.

Veja mais assuntos...