Alexandre de Exu


Orixá Odudua

É uma  orixá funfun que se vestiu de negro, para vir criar a terra. Ela foi e é a primeira ajê (Bruxa/Yiamim) e a mais poderosa das yiamins e dos orixás.

Não se assenta ela sem ter permissão dela, pois ela escolhe quem vai cuidar dela. Quem recebe ela, esta recebendo o poder dela, ou seja de uma yiamm. Odudua não aceita a presença de mulheres e não tem mulheres que tenha ela. Pois não aceita.

Ela vem dentro de três  odus muito forte; Ofun, Osá. Mais seu poder vem no odu Oyeku. Na noite profunda, a sombra da noite seja qual for, os medos que temos da noite tudo é ligado a ela.

Quando ela criou a terra AYE, depois bastante tempo ela começou a envelhecer, pois o mundo que ela criou tem inicio e tem fim. Essa é a lei do mundo material. As mulheres tentaram tirar ela do comando  por achar que ela estava velha demais. Foi até uma luta breve entre todas as yiamins e as mulheres reunidas contra Odudua sozinha. Que teve apenas ajuda de Exu, que não usava o preto.

Passado esse momento as yiamins e os orixás, instigados por Orunmilá, tentaram um segundo levante no que desta feita ela brigou contra todos eles e mesmo velha venceu a todos. Os cultuadores de orixá foram a ela e pediram perdão e passaram cultua-la. Ela aceitou e colocou a condição de nunca uma mulher chegar perto dela. Todos os cultuam de orixá aceitaram e se vestiram de preto em homenagem a ela e neste dia deixam suas mulheres e ficam  ela.

 Ela  partiu para cima de Orunmilá, que sabendo o que ela fez com todos os orixá e seus locais de culto correu e pediu a Exu, que antecedesse por ele, pois temia o poder dela. Exu foi a ela levando uma proposta de Orunmilá junto com pedido não de desculpa mais de perdão  e que ele faria tudo para agradar ela.

No dia que se encontraram ela foi para cima de Orunmilá no que Exu, pediu para ela ouvisse  o que Orunmilá tinha para ela.

Orunmilá pediu desculpa por ele e pelos babalawôs, por desrespeitarem ela. Ela disse ser pouco e vou para cima de Orunmilá quando ele falou que a partir daquele momento todos para serem babalawô iriam saudar ela no IGBADU. O que não fosse não seria babalawo. Ele então disse. Está bem vou aceitar o pouco que me oferece. Mais poderia te tomar tudo que nunca teve Orunmilá. Mais me escute que nunca nenhuma mulher venha diante de mim. Pois se eu não a matar eu vou arrasar ou deixa-la cega.

Orunmilá disse que não sabia se poderia fazer. No que ela disse: Tu não pode fazer nada.  É  o que eu digo ou sua vez chegou agora.

Orunmilá teve de aceitar. Por isso mulher não é babalawo.

Ela saiu do aye e foi para o orun, dando o poder dela a Exu, que passou a usar o preto em suas veste.

Veja mais assuntos...